NOTA GRÃO-MESTRE ALUSIVO AO DIA DOS PAIS

Paternidade e Maçonaria


Saudações QQ∴ e AA∴ IIr∴,

Soberano Grão-Mestre da GLOMN, Valdir Alves Pereira (Foto: Arquivo J e C GLOMN)

É com imensa alegria, que em data tão importante, venho através dos canais de comunicação da GRANDE LOJA MAÇÔNICA NACIONAL felicitar a todos os pais pela comemoração do seu dia.


Não importa as configurações de família que nossa sociedade venha a reconhecer e acolher. Independente disso, livre de preconceitos ou ideologias, um ser humano sempre terá como condição de existir, um pai, para que aconteça então o milagre da vida.


Não importa se nosso pai é ausente ou presente, não importa. Sem ele não estaríamos nesse momento nos confraternizando por esse dia, não estaríamos juntos aqui buscando nosso desenvolvimento e felicidade. Independente da condição da nossa realidade, rendemos gratidão ao nosso pai.


Aliás, não existiria vida sem rendermos Glória do Grande Arquiteto do Universo. Primeiramente, agradeço ao Grande Arquiteto, pelo dom da vida de todos nós, nosso Sumo Pai, o princípio criador.

Um Maçom deve ser o guardião da sua família biológica, maçônica, social. Um Pai e todos.

Também gostaria de pedir as bênçãos de Deus para todos os pais que diariamente travam sua luta diária para que suas famílias vivam com o máximo de dignidade e conforto. Um dos primeiros deveres essenciais de um Maçom é para com sua família.


Um Maçom por ser um Construtor Social, torna-se também, pai de toda sociedade, de sua localidade, de seu trabalho, de toda a nação. É responsabilidade dele, no microcosmo de sua responsabilidade na sociedade, ser pai de todas as pessoas, defendendo-as no combate intrépido contra a ignorância, a superstição e a tirania.


Por essa razão, mesmo aqueles maçons que não tenham filhos biológicos, devem adotar sua pátria e seus filhos com parte de sua família e através das ações, transformá-la pelo exemplo, assim como travamos todos os dias o dever diário e sagrado de sermos exemplos para nossos filhos de sangue.

Hiran Abiff Pai da Maçonaria (Imagem: J e C GLOMN)

Hiram Abiff, o pai da maçonaria, o arquiteto destinado pelo Rei de Tiro Hiram ao seu Amigo e aliado Rei Salomão para construção do Templo, morreu assassinado. Mas mesmo com o risco de sua vida, defendeu sua esposa, a Maçonaria, e seus ensinamentos preservados até os tempos atuais para os maçons do orbe terrestre. Com a morte de Hiram Abiff, a Maçonaria fica viúva e todos seus filhos órfãos. Por essa razão, somos todos Irmãos, e também chamados de Filhos da Viúva.


Não importa se você é pai biológico, adotivo ou de coração. Pai é pai. Compreendido ou não pelos filhos, deve fazer o certo, e prezar pelo desenvolvimento de seus filhos biológicos, adotivos, maçons ou sociais como missão de vida.


O Pai precisa ser amigo do filho. Disponibilizar tempo na agenda com o objetivo de manter diálogo, sempre que viável. Demonstrar interesse acima de tudo.


Sejamos pais de todos, e defendamos nossa família GLOMN e nossa pátria como dignos maçons. Sejamos presentes, atuantes!


SOMOS FAMÍLIA. SOMOS PAIS. SOMOS GLOMN.


Feliz Dia dos Pais.


Dado e traçado no gabinete do Grão-Mestrado, Or⸫ de São Paulo, aos 06 dias do mês de agosto de 2021 E⸫ V⸫ e 6021 V∴L∴.



Valdir Alves Pereira

Soberano Grão-Mestre

da Grande Loja Maçônica Nacional

67 visualizações
Grande Loja Maçônica Nacional